sábado, 23 de junho de 2018

MEU CORPO

Aquele que me criou

Tirou-me dum charco de podridão,
Não posso me esquecer
De como trouxe o meu perdão,

O meu corpo quer prazer
A carne quer amar,
Eu preciso aprender
Ao espírito respeitar.

Formou-me com alguns sentidos
Boca nariz e olhos na frente de meu ser,
Ouvidos e tatos são possíveis
Bastando apenas ter!

Temos ainda outros sentidos
Que vem através da fé no criador,
Nós podemos orar e sentir
O Espírito do Senhor.

Os milagres são visíveis
Incrédulos passam a crer
As curas são possíveis
Quando Jesus está em você.

  Em Romanos 7.7 aos 25 -  Paulo escreve o seguinte:
“Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado. E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri. E o mandamento que era para vida, achei eu que me era para morte. Porque o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, me enganou, e por ele me matou. E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. Logo tornou-se-me o bom em morte? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte pelo bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se fizesse excessivamente maligno.
Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado. Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado”.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

NADA É COMPARÁVEL

Preciso da tua confirmação,

O que queres da minha vida?
- Fale do infinito amor!
Nele, não há causa perdida.

A riqueza material
O tempo vai deteriorar,
O tesouro espiritual
Nada, ninguém pode acabar.

O Espírito de Deus
É como árvore da vida,
Nela somos folhas secas
Depois reverdecidas.

Nada é comparável
Ao se falar do amor de Deus,
Um Espírito confiável
Capaz de se dar aos seus.

Um livro é muito pouco
Para expressar o seu amor,
É preciso ter mais adeptos,
Apregoando Cristo o Senhor.

Em II Coríntios 1.21 - Paulo escreve na carta o seguinte:
“Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus”.

Em Salmos 90.16 e 17 - Davi e outros escrevem que:
“Apareça a tua obra aos teus servos, e a tua glória sobre seus filhos. E seja sobre nós a formosura do SENHOR nosso Deus, e confirma sobre nós a obra das nossas mãos; sim, confirma a obra das nossas mãos”.

quinta-feira, 21 de junho de 2018

PARA ESCOLHER A JESUS CRISTO

Uma paixão me faz escravo
Para o pecado praticar,
Quer desfrutar dum presente
Fadado a acabar.

Se minha carne quer pecar
Rendendo-se a tentação
E esquece em clamar
Pedindo salvação.

Existe no meu ser
Alma, corpo e espírito,
Algo me faz propender
Para escolher a Jesus Cristo.

Sei do preço que pagou
Para defender o povo do juiz,
Todo pecado carregou
Ao se entregar naquela cruz.

Eu posso entender
Sei que sou um pecador...
Enfim, preciso praticar e crer
Na palavra do Senhor.

Em Tiago 5.20 - Escrito por Paulo que consta o seguinte:
“Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados”.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

TODO PECADO FICOU NA CRUZ

Todo pecado ficou na cruz
Através do Salvador
Que trouxe confiança,
Ao extravasar sua dor.

Não podes ter na memória
Qualquer pecado do passado,
Esquecemo-nos da história
De Jesus crucificado.

... Que morreu por mim
Por você e toda nação
Deixou-nos um legado sem fim,
Quando nos deu a salvação.

Sei que no passado foi traído
Por pupilos do Senhor,
Eram todos envolvidos
Partilhando seu amor.

Hoje faço parte dum presente
Que tem louvor e oração
Mas ainda estou ausente
De evangelizar o coirmão.

Em I Coríntios 1.17 - Paulo escreve o seguinte:
”Porque Cristo enviou-me, não para batizar, mas para evangelizar; não em sabedoria de palavras, para que a cruz de Cristo se não faça vã”.

terça-feira, 19 de junho de 2018

PROCURANDO ADORADORES

Quando vivo pro meu corpo

Pensando no prazer,
Esqueço cada delito
Provocado por meu ser.

É preciso acordar
Despertar a fé que há em mim
Falar á esta nação
Que ainda não é o fim.

Preciso ser fiel,
Mas procuro um corpo sedutor
A cobiça dos sentidos,
Fazem-me pecador.

Sei existe uma aliança
Com o sangue de Jesus
Para renovar a esperança,
Ao atentar naquela cruz.

Ele veio aqui pregar,
Para salvar esta nação
Ele quer libertar
O cativo da prisão.

Está procurando adoradores
Que primem pela lealdade,
Que pratiquem seu amor
Na certeza da equidade.

Em I Coríntios 15.50 - Paulo escreve o seguinte:
“E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção”.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

LIVRO SANTO

Vou abrir o Livro Santo,

Para entender sua mensagem
Ele traz o livramento
Onde o amor é a linguagem.

Quero buscar a intimidade,
Por isso preciso acreditar
Que Jesus é a verdade
Não importa o lugar.

Quero que Jesus,
Venha tocar meu coração
Lembrar-me que na cruz
Entregou-se pela nação.
       
Sei que sou um pecador
Mas eu quero lhe amar,
Porém os vícios desse mundo
Impelem-me a errar.

Pelas graças da piedade divina,
Temos a quem entregar o coração
O Espírito Santo nos ensina
Como buscar elo da salvação.

Em Gálatas 10. 3 aos 13 - Escrito por Paulo que consta o seguinte:
“Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las. E é evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé. Ora, a lei não é da fé; mas o homem, que fizer estas coisas, por elas viverá. Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”.

domingo, 17 de junho de 2018

O SENHOR É O REFÚGIO

Se o perigo é eminente
Não sabe como agir,
As guerras e doenças são aparentes
Só Deus pode impedir.

O Senhor é o refúgio,
Do crente quando cai
Que te esconde do perigo
Quando recorre ao El Shadday.

A grande fortaleza
É a fé na salvação,
Jesus é a certeza
Da grande remissão.

A Trindade Sagrada
Está à disposição,
Sua vida não é nada
Sem esta proteção.

Os anjos veem aqui
Esperando teu clamor
Basta tu pedires
Ao elo Salvador.

Em Salmos 90.1 - Escrito tradicionalmente por Salomão, que consta o seguinte:
“Senhor, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração”.